Que os vídeos estão em alta, ninguém pode negar. Já é um dos formatos de conteúdo mais utilizados no marketing e que trazem retorno para as empresas. As marcas anunciam no YouTube porque é o segundo site mais popular do mundo, atraindo mais de 2 bilhões de visitantes por mês.

Índice:
1. Introdução
2. Como funcionam os anúncios no YouTube
3. Os tipos de anúncios do YouTube
4. Anúncios que não são de vídeo
5. De olhos nas segmentações para acertar o alvo
6. Dicas e truques para anúncios no YouTube
7. Conclusão

Mas, fazer upload do seu vídeo apenas e deixar na plataforma, sem impulsionamento e dependendo apenas do alcance orgânico é algo impensável nos dias atuais. 

Anunciar para promover o seu vídeo é uma etapa importante a ser considerada no planejamento digital. 

Se você está decidindo como aplicar seu orçamento de anúncio em vídeo, o YouTube tem amplo alcance e recursos poderosos de segmentação que o tornam uma plataforma inegavelmente valiosa em toda a jornada do cliente.


Veja também


O YouTube Ads para muita gente é uma mina de ouro.

Quem nunca se deparou com propagandas antes, durante ou depois de assistir vídeos na plataforma? Sejam elas puláveis ou não, se tornaram cada vez mais comuns. 

A plataforma pode parecer um pouco difícil no começo, porque fazer anúncios no YouTube se baseia apenas em vídeo. E calma… você não precisa ser um diretor de cinema talentoso para criar um anúncio de vídeo que vai gerar receita para o seu negócio!

Nesse artigo, vou te mostrar como fazer anúncios no YouTube para fazer crescer a sua empresa ou perfil. Acompanhe: 

Como funcionam os anúncios no YouTube

Esse é o primeiro passo: entender as possibilidades na plataforma. 

É preciso ter uma conta no Google, pode ser a que você já utiliza no gmail, escolher o vídeo que será veiculado e o público que deseja impactar. Em seguida, definir as palavras-chave e orçamento.

Em relação à disposição dos anúncios, ela é a mais variada possível. Você pode tanto colocar um anúncio para rodar antes de um vídeo quanto em destaque na parte direita da tela, em vídeos sugeridos. 

Os tipos de anúncios do YouTube

Existem três formas de anunciar no YouTube: Bumper Ads, True View In-Stream e TrueView Video Discovery. Vou explicar cada opção agora!

Bumper Ads

Esse tipo de anúncio está se tornando o mais comum, se você não for assinante do plano premium do YouTube. São os chamados Bumper Ads, anúncios curtos que não podem ser ignorados pelo usuário. Ou seja, que não apresentam aquele botão para pular o anúncio.

Por esse motivo, devem ter uma mensagem simples e objetiva. Também chamados de bumpers, são ideais se o seu objetivo é aumentar o alcance e também a identificação da marca.

A cobrança só é realizada a cada mil visualizações. Mas atenção: esse formato representa a forma de anúncio que mais irrita os usuários, que não tem controle algum sobre a peça e se sentem obrigados a consumir seu conteúdo.

O recomendado é ter bom senso e cautela ao utilizar os Bumper Ads. 

TrueView In-Stream

Ao contrário da anterior, o formato de anúncio TrueView é aquele que pode ser ignorado pelo usuário. O bom para o anunciante, é que não são feitas cobranças no caso de impressões aleatórias ou incompletas.

O pagamento só acontece se o conteúdo for assistido integralmente ou se o usuário realizar um de seus comandos.

No caso do TrueView In-Stream, os anúncios podem ser exibidos antes, durante ou após os vídeos. Você é quem define. 

TrueView Video Discovery

No TrueView Video Discovery, os anúncios são estrategicamente posicionados acima da lista dos vídeos relacionados, dentro da própria plataforma de vídeos.

Já no mobile, podem surgir tanto entre os resultados da pesquisa quanto na página inicial. A apresentação desse tipo de YouTube Ads é a miniatura do vídeo acompanhada de um texto curto e CTAs (chamadas para a ação).

Como envolve a ação do usuário, os anúncios em Video Discovery são altamente recomendados se o seu objetivo estratégico for construir confiança no público.

A diferença, então, é que o usuário pode pular a exibição após os primeiros 5 segundos de visualização. Por isso é a alternativa de anúncio que tem maior engajamento. Afinal, deixa nas mãos do internauta decidir ou não assistir ao seu conteúdo. 

Se houver interesse, ele vai clicar e ser direcionado para sua estratégia ou página de destino. 

Anúncios que não são de vídeo!

Para anunciantes sem orçamento para vídeo, o YouTube oferece outras opções.

Anúncios gráficos: aparecem na barra lateral direita e incluem uma imagem e um texto, ao lado de uma CTA com um link para seu site.

Anúncios de sobreposição inseridos em vídeo: aparecem flutuando sobre o conteúdo de vídeo de canais monetizados do YouTube.

Em um mundo ideal, esses dois tipos de anúncio aparecem em conjunto com o conteúdo relacionado. Claro, nem sempre é esse o caso.

Por exemplo, o útil vídeo de exercícios de alongamento feito por um especialista em condicionamento físico provavelmente se enquadra em “saúde” e talvez o mesmo aconteça com aqueles conhecidos anúncios de remédios de ervas e ressonâncias magnéticas. 

Naturalmente, as chances de um espectador se interessar por todos os três são mínimas. Esse é um grande argumento para ser exigente quanto à segmentação de seu público, fundamental para utilizar anúncios no YouTube.

De olho nas segmentações para acertar o alvo

Para fazer uma boa segmentação de anúncio no YouTube Ads e, assim, entregá-lo para as pessoas certas, é preciso seguir algumas etapas

  1. Rede de Pesquisa ou Vídeos

Você quer que o anúncio seja exibido como?

Se for optar pela Rede de Pesquisa, eles serão mostrados nos resultados das pesquisas, em canais, páginas do vídeo e na página inicial do YouTube.

Já se preferir a opção Vídeos, ele será exibido na Rede de Display do Google.

Quer que os anúncios sejam veiculados nesses dois locais? Então, crie campanhas separadas. Assim, ficará mais fácil monitorar as métricas de desempenho.

2. Localização

Outra opção de segmentação de anúncio bastante utilizada na plataforma, é sobre a localização dos usuários a serem impactados por ele.

Você pode delimitar ao certo quais regiões são importantes para o seu negócio e o anúncio só será exibido para quem estiver nelas.

3. Dispositivos

Pretende direcionar o conteúdo para um determinado tipo de aparelho, sistema operacional e operadora em específico?

Basta configurar essa definição.

4. Perfil

Outras segmentações possíveis para os anúncios no YouTube Ads dizem respeito ao público-alvo que pode ser definido por idade, estado civil, gênero, interesses, entre outras.

Dicas e truques para anúncios no Youtube

Com tantas opções de anúncios para escolher e muitas maneiras de falar com clientes em potencial, pode ser difícil buscar resultados em uma vasta plataforma como o YouTube. Aqui estão algumas dicas e truques para ajudá-lo a ter o maior sucesso possível com seu negócio:

Adicione elementos interativos: como já citado acima, inclua CTAs nos seus anúncios. Isso dá aos espectadores uma ação a ser executada para que não fiquem confusos sobre a intenção. Seja se inscrevendo em seu canal, inscrevendo-se em um webinar ou visitando seu site para comprar algo de você, é sempre uma boa ideia dar às pessoas direção e propósito em sua publicidade.

Defina metas: antes de lançar sua campanha, e mesmo antes de criar seu vídeo ou cópia, você precisa decidir o que deseja alcançar com esta campanha e como será o sucesso. Se você gastar R$1.000 na campanha, quantas unidades precisará vender para recuperar esse investimento e ao mesmo tempo obter lucro? Quanto custará sua publicidade no YouTube antes de você ver o sucesso da campanha? 

Defina o limite de frequência: dependendo do tamanho do seu público, o limite de frequência pode ser uma parte essencial da sua campanha ou simplesmente um elemento bom para se ter. Esse recurso permite que você defina um limite para o número de vezes que uma determinada pessoa verá seu anúncio. Use este recurso para garantir que você não irrite os usuários ou cause qualquer sentimento negativo em relação à sua marca.

Personalize suas mensagens: os anúncios tornaram-se parte da vida cotidiana, mas apenas os anúncios que se destacam são notados. Crie anúncios no YouTube que sejam cativantes e pessoais para seu público para ajudá-los a se relacionar com sua marca. A fidelidade à marca é mais fácil de incutir se uma pessoa puder se identificar com ela no início do processo educacional.

Crie conteúdo específico com o tempo: as pessoas pensam fortemente em coisas diferentes. Marcas que compartilham desses sentimentos são mais fáceis de se relacionar. Mostrar ao seu público que você tem os mesmos interesses que ele ajuda você a se tornar parte da vida dele.

Conclusão

No início, os anúncios do YouTube podem parecer apenas para profissionais. Mas os diversos formatos de publicidade da plataforma, oferecem um poderoso conjunto de ferramentas que podem ajudar a sua pequena ou média empresa a atingir o mercado e público-alvo para vendas.

Além do mais, é esperado que o conteúdo em vídeo ocupe 82% de todo o tráfego da web até 2022. Não tenha dúvida: vale a pena conhecer esse canal de marketing.

Com que tipo de anúncio do YouTube você vai começar?

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.