Com a pandemia, as indústrias começaram a olhar com bons olhos para o marketing digital. Muitas empresas tiveram que migrar para o online sem saber muito como fazer e quais as melhores estratégias de comunicação para tornar a empresa relevante no mercado, e por consequência, conseguir melhor se destacar e vender seus produtos. 

Esqueça o tempo em que apenas ter um bom site e perfis em redes sociais fazia a diferença. Hoje é preciso ir muito mais a fundo no que o marketing pode oferecer de melhor, aplicado em múltiplos canais, automatizado e planejado de forma eficiente. 

Mesmo obtendo cada vez mais espaço com os avanços tecnológicos, transformação digital e a globalização, quando falamos em Marketing Digital para Indústrias, muitas dúvidas e perguntas precisam ser respondidas, já que o foco das estratégias de marketing não é o consumidor final, mas, sim, outras companhias (B2B). 

Para a indústria, o marketing é parte fundamental do negócio que afeta os preços, produtos e vendas e garante o sucesso da empresa com a aquisição de mais clientes, aumento de receita ou expansão para novos mercados.


Veja também:


Mirando no alvo com mais precisão

É possível alcançar o cliente focado e especializada para o seu negócio com um orçamento muito inferior ao do marketing convencional, aplicado na mídia tradicional como as TVs. A grande vantagem é que as ferramentas digitais incluem a segmentação de mensagem, permitindo que você fale somente com seu público-alvo. 

O resultado disso são anúncios muito mais direcionados e eficientes, a um custo muito mais baixo.

Portanto, para muitas indústrias, o Marketing Digital é uma maneira de enfrentar os grandes nomes do setor. Assim, os meios de publicidade não ficam restritos a quem tem dinheiro para pagar e mesmo pequenas indústrias podem usufruir dos seus benefícios.

A relação entre estratégias e vendas

Lembre-se que em qualquer ação de marketing, é preciso sempre ter uma estratégia por trás, além de divulgar a marca. Gerar resultados efetivos para o comercial, deve ser o principal foco, sendo que algumas etapas facilitam esse entendimento dentro do que chamamos de marketing de entrada ou inbound marketing: 

Atrair

Use a atração para tornar sua empresa mais relevante em mecanismos de pesquisa como o Google, por exemplo e levar tráfego ao site, além das redes sociais. O objetivo é encontrar informações sobre o usuário e identificar quais podem se tornar leads e também possíveis consumidores da sua marca.

Relacionar

Nessa etapa acontece o início da relação mais próxima entre empresa e cliente, por isso a importância de um bom relacionamento oferecendo conteúdos que sejam relevantes para esse público, atendimento exemplar e interação com conversas via redes sociais e chatbots. Entenda que aqui a sua marca vai ser levada em consideração para uma decisão de compra. 

Vender

Tendo informações dos usuários e um bom relacionamento acontecendo, o trabalho da equipe de vendas fica facilitado. Com a ajuda do marketing, o setor comercial saberá o momento certo de oferecer determinado produto ou serviço, aumentando as chances de negociação.

Analisar

De posse das métricas e dados analisados, monitorando periodicamente as ações, fica fácil identificar o que está funcionando e o que precisa ser melhorado ou o que deve ser descartado. 

“Aprimorar sempre” é a palavra-chave, visando obter retenção de clientes e também a busca de usuários mais segmentados. Testes A/B são recomendados.

Marketing digital para indústrias na prática

Agora que você já percebeu como é interessante o Marketing Digital para indústrias, confira também algumas dicas que aplicamos com sucesso junto aos nossos clientes atendidos pela Nacionalvox:

O site é o carro chefe

Ter um site em plataforma robusta e segura, com uma boa apresentação, conteúdos, layout, responsividade, formulários de contato, SEO, entre outros aspectos são indispensáveis para vender para outras empresas utilizando o marketing. 

No mundo digital a primeira impressão é a que fica, como na vida real. Portanto, tenha um site que seja moderno e atualizado com as melhores ferramentas para receber muitos visitantes e interessados na sua marca/produto.

Conteúdo direcionado

Você vai sempre ler aqui no Blog a gente falando que o conteúdo faz toda a diferença em se tratando de marketing. Em vez de correr atrás dos prospects e clientes, você fará eles virem até você atraídos por materiais relevantes e diferenciados. 

Tenha um blog onde você possa publicar artigos específicos para dar aos seus clientes e visitantes um conteúdo que lhes seja interessante. Explore temas do seu dia-a-dia e que solucionem algum problema. Isso ajuda a atrair os clientes certos, que convertem por interesse. Com informações e dados dos quais seus visitantes interagem, já uma maior chance deles se tornarem leads. 

Exemplo: notícias sobre situação atual da sua área do mercado; dicas e guias para resolver problemas comuns do seu ramo; cases de sucesso de seus clientes. Busque as tendências, os trends que estejam em alta e podem ser compartilhados ou transformados em conteúdo rico.

SEO focado em B2B

O SEO (Otimização para mecanismos de busca) é um conjunto de técnicas de otimização, que tem como objetivo melhorar o posicionamento de uma página nos resultados orgânicos dos buscadores, alcançando mais acessos e a possibilidade de conversão. 

Essa estratégia envolve conceitos como: legibilidade do conteúdo, bom uso de palavras-chave, qualidade dos links utilizados e a relevância do texto para o assunto tratado. Os algoritmos do Google hoje têm uma incrível capacidade para analisar a qualidade de um texto, e sabem diferenciar uma boa escrita de uma sopa de palavras-chave. É essencial que o redator ou copywriter seja bom com o SEO. 

Presença nas Redes Sociais

Quem hoje em dia que não tem uma conta no Facebook, Instagram ou LinkedIn para relacionamentos ou negócios? Isso também deve ser uma realidade para as empresas. Marcar presença constante nas redes sociais melhora a exposição da marca, leva tráfego para o seu site, fortalece o relacionamento com o cliente e até mesmo melhora sua posição nos mecanismos de busca. 

As grandes indústrias trabalham bastante suas marcas nas redes, com perfis diferenciados por produtos. A criatividade é o limite, mas não esqueça de cuidar também do institucional, frente à concorrência. 

Anúncios para tráfego

Considere no seu planejamento anual de marketing, verba para investir em anúncios ou links patrocinados, que ajudam a levar tráfego para o site, blog, páginas ou campanhas específicas. 

Embora incômodos em alguns casos, (e caros dependendo do seu ramo) os links patrocinados podem ser poderosos aliados quando utilizados corretamente. E a chave para o sucesso é mostrar o anúncio para a pessoa certa. 

O Google tem o Adwords, enquanto o Facebook e Instagram utilizam o Face Ads e o LinkedIn o LinkedIn Ads. Essas ferramentas têm opções para você escolher o público que receberá seus anúncios. 

Se você tem uma lista de e-mails (vou falar disso mais adiante), pode criar um grupo para o qual seus anúncios serão dirigidos. Outro recurso importante é de rastrear quem viu seu anúncio e interagiu com ele, podendo compreender melhor a jornada de compra e o seu público alvo. Isso é essencial quando se fala em Marketing Digital para indústrias.

E-mail Marketing é importante no marketing para indústrias

Considere o e-mail marketing como um canal eficiente nas suas estratégias de marketing. Capture e tenha uma base de leads que você pode alimentar com conteúdos por e-mail, em cada etapa da jornada onde eles estiverem. 

Ter uma ferramenta para criação de e-mails, disparos e automação ajuda no processo de gestão, monitoramento e análise. Existem muitas no mercado. Aqui na Nvx utilizamos a Bulldesk.

Uma boa vantagem é que o e-mail pode ser enviado com praticamente qualquer conteúdo, seja um simples anúncio, texto, vídeo ou um link. Mas lembre-se, especialmente para Marketing Digital B2B, que o mais importante é manter seu cliente, e que ele é tão ocupado quanto você. Prefira qualidade no lugar de quantidade. Evite encher a caixa de e-mails dos seus leads, planeje os disparos e de preferência, escolha sempre segmentar. 

Cultivando os leads

Os leads são visitantes que se tornaram clientes em potencial, fornecendo seus dados básicos como nome, e-mail e telefone. No Marketing Digital para indústrias, é muito importante mantê-los no caminho certo, para que eles de fato se tornem clientes e concretizem suas compras. 

Divida os leads por etapas de funil: topo, meio e fundo, oferecendo conteúdos diferenciados através da jornada de compras. 

O lead tracking, recurso oferecido pela maioria das ferramentas ajuda a entender melhor os leads: quais páginas do seu site visitaram, o que procuraram no seu site, em quais anúncios clicaram, etc. Dessa forma é possível enviar o anúncio ou o e-mail certo para cada pessoa e otimizar suas vendas. 

Se os leads já viraram clientes, mantenha-os sempre nutridos enviando conteúdos relevantes que possam ser focados em novas compras, ou mesmo oferecendo vantagens para incentivar a virar um promotor da marca. 

Conclusão

Existem diversas outras maneiras de fazer ou melhorar o marketing digital para indústrias, nesse artigo eu escolhi as principais que praticamos no dia a dia e devem estar no radar de qualquer profissional ou equipe de marketing nas empresas. 

Contratar uma agência de marketing digital com expertise no setor de indústrias e que possa atender as suas demandas com eficiência, também podem fazer parte do seu planejamento e facilita a busca de resultados orientados por especialistas. Clique AQUI falar comigo e conhecer nossos cases. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.