Novos recursos do Google reforçam as notícias locais no mecanismo de busca e oferecem ferramentas para produtores de conteúdo priorizarem as notícias locais em suas publicações. Uma tendência que já havia sido percebida, mas agora ganha o aporte da gigante das buscas. Siga o texto para saber dos detalhes!

O termo “noticias perto de mim” nunca esteve tão em alta. O Google relata que o interesse dos usuários por notícias locais e ligadas à comunidades, triplicaram nos últimos cinco anos, atingindo o máximo em maio de 2020.

A intenção com a novidade, é que ao pesquisar na internet, as pessoas recebam conteúdos realmente relevantes localmente. O que para nós da Nvx é motivo de orgulho e vem comprovar uma aposta/investimento que fizemos 13 anos atrás com o portal De Olho na Ilha, especializado em notícias de Florianópolis. 


Veja também:


Valorizar a produção local vem em boa hora

A empresa disse que expandiu um recurso previamente lançado para buscas sobre a Covid que adiciona um carrossel de notícias locais quando relevantes para a consulta de quem está pesquisando. Por exemplo, uma busca sobre “futebol” pode trazer notícias sobre esportes locais.

Estudo do The Poynter Institute, grupo americano de defesa do jornalismo, indica que mais de 90 organizações de notícias locais fecharam durante a pandemia. Isso se soma ao declínio da atividade tradicional que se estende por anos. Em 2019, o New York Times relatou que 1 em cada 15 jornais dos EUA havia fechado nos últimos 15 anos. 

Também no Brasil vemos a cada dia que passa o desaparecimento de empresas de notícias tradicionais e publicações impressas migrando totalmente para o digital. O interesse por informações locais tirou o protagonismo de quem produz notícia sem olhar para seu próprio quintal. 

Portanto, é certamente louvável que o Google encontre maneiras de dar ao ecossistema de notícias local sobrevivente mais visibilidade.

Confira os novos recursos:

  • Carrossel de notícias locais: o Google exibirá um carrossel dedicado às notícias locais quando houver um local relevante para a consulta do usuário.
  • Carrossel de notícias principais: fontes de notícias locais confiáveis ​​aparecerão com mais frequência no carrossel de notícias principais, que normalmente é reservado para histórias de publicações nacionais.
  • Compreensão mais profunda dos tópicos: o Google está refinando sua capacidade de conectar tópicos amplos com histórias locais. Por exemplo, pesquisas por “futebol” podem retornar histórias sobre os times locais do pesquisador.
  • Tweets locais: os pesquisadores de notícias locais podem agora trazer tweets de publicações e jornalistas locais autorizados. Além de adicionar o carrossel de notícias locais, o Google também está adicionando um carrossel “Popular no Twitter” para consultas sobre tópicos de notícias locais. Embora os tweets de organizações de notícias locais possam ser incluídos, o recurso também obterá tweets de uma variedade de fontes que considera ter autoridade local sobre esses tópicos.
  • Projeto de mapeamento do censo: um mapa embutido que exibe dados do censo em nível nacional, estadual e municipal, bem como setores censitários. Dados coletados e processados ​​pela The Associated Press.
  • Projeto de conhecimento comum: uma nova versão desta ferramenta existente, que permite aos jornalistas dos EUA explorarem dados locais, íntegra feedback de jornalistas e novos recursos, incluindo comparações geográficas, novos gráficos e imagens. Ainda sem previsão de chegar ao Brasil. 

Prioridade para as notícias

A porta-voz do Google, Meghann Farnsworth disse que o conteúdo de qualquer editor é elegível para classificação no carrossel se ele for relevante para o que o leitor está procurando: “Editores com mais experiência, autoridade e confiabilidade para um determinado tópico ou local serão classificados de acordo.”

Mas o Google reconheceu que o novo carrossel não está reservado para editores locais, apenas conteúdo local. “As notícias locais incluem fontes com notícias sobre a localização do usuário, que geralmente são produtores locais, mas às vezes também podem incluir assuntos nacionais”, disse Farnsworth.

Importante saber que nos últimos anos o Google passou a investir mais em veículos jornalísticos e na distribuição de notícias. Esse movimento faz parte de uma estratégia da empresa para ser a principal fonte de informação na internet.

Um artigo do The Next Web, mostra que a gigante quer ocupar uma parte do espaço que hoje pertence ao Twitter. A rede social começou a adotar um tom cada vez mais noticioso nos últimos anos e hoje é o primeiro lugar que muita gente se informa. Os assuntos do Twitter inclusive pautam grande parte da mídia. 

Mas antes de sair postando coisas locais para ganhar os carrosséis do Google, preste atenção em algumas dicas importantes que podem ajudar a ser relevante quando um usuário for pesquisar por notícias locais: 

SEO tem que ser levado a sério!

Sério, não adianta criar conteúdos sem alinhar o seu texto com as técnicas mais básicas de SEO para rankear organicamente. Portanto, preste atenção em palavras chaves a serem utilizadas que possam atender a expectativa de quem busca termos como “‘últimas notícias de Florianópolis”. Pode ser por exemplo, um H2 (subtítulo) de um artigo. 

Outra ação de SEO determinante para quem visualiza carrosséis na busca são os títulos que, se muito longos, acabam prejudicando a exibição. Procure títulos H1 curtos e objetivos. 

Os conteúdos são multiplataforma

Ao produzir conteúdos que você queira rankear nas buscas tenha em mente que não basta apenas criar textos/artigos para blog ou o portal de notícias. Tenha vídeos, um bom canal no Youtube, depoimentos, podcasts, e claro, estar atuante nas redes sociais. 

Isso naturalmente dá mais trabalho e exige algum recurso, mas o investimento que você estará fazendo é no seu negócio ou serviço de notícias locais para ser encontrado e com isso gerar tráfego e conversões.

Notícias locais ajudam a vender

Produzir conteúdo local também é bom para anunciantes, que encontram espaços nichados e específicos de público alvo geo localizado para vender produtos e serviços. 

Parcerias são fonte de receitas para ambos os lados, com a possibilidade de campanhas de marketing em conjunto, atraindo leads qualificados e jornadas de do consumidor com entrega focadas em metas de tráfego e vendas. 

Evite clickbaits

Não custa nada dizer que as manchetes clickbaits (enganosas ou sensacionalistas) para gerar tráfego são uma furada e prejudicam a reputação de qualquer negócio digital. 

O Google penaliza conteúdos que não estejam adequados com suas regras de rankeamento que determinam o alcance orgânico de notícias, por exemplo. Construir autoridade de forma errada, mesmo que o objetivo seja vender, pode comprometer a visibilidade de sua marca. 

Construa rede de colaboradores digitais

Lembre-se que hoje a informação é rápida e quase todo mundo tem um celular apontado para alguma coisa ou fato, portanto compartilhar conteúdos e divulgar colaboradores pode ser importante para conseguir conteúdos locais relevantes. 

Muitos influenciadores locais usam stories no Instagram para mostrar situações da comunidade onde vivem, que podem ser pautas interessantes para abordar temas de interesse comum. 

Pesquise para criar bom conteúdo

Utilize pesquisas e dados da sua comunidade para produzir conteúdos que possam ter destaque no Google. O Google Trend Topics pode ajudar nessa busca, bem como os assuntos do momento no Twitter, também chamados TTs. 

Fazer enquetes nas redes sociais sobre determinados assuntos ou temas contribui para uma melhor cobertura local, entendendo o comportamento e hábitos dos usuários. 

Calendário editorial

Construa um calendário editorial para aumentar a frequência de novas postagens.

Além de publicar notícias locais, aproveite os novos visitantes provenientes desse recurso do Google para geração de leads, publicidade, vendas ou o que você precisar. 

Lembre-se que datas comemorativas ou eventos locais sempre devem estar no seu calendário, pois as pessoas valorizam ações onde a comunidade se envolva de forma colaborativa, mesmo que para o lazer. 

Depois de oferecer uma experiência de alta qualidade, agora você pode, quem sabe…  “pedir” algo em troca.

Conclusão

Procure acima de tudo, expandir sua estratégia de marketing de conteúdo. Mapeie as práticas recomendadas que o Google usa para categorizar um conteúdo, blog ou página da web como relevante para seus resultados de pesquisa. 

É uma questão de tempo para o Google aumentar sua seleção de segmentos de negócios em exibição para resultados locais. Em vez de esperar que isso aconteça para melhorar sua estratégia de conteúdo, que tal começar desde já? 

Aplicando uma estratégia de marketing de conteúdo robusta e alinhada, você pode: expandir o tráfego do seu blog ou portal, aumentar as taxas de conversão, gerar novas sessões e tornar seu negócio mais lucrativo.

Quanto antes você começar a tirar proveito dos novos recursos de pesquisa local do Google, maiores serão as chances de obter resultados melhores e mais relevantes com eles. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.