Agência Digital em Florianópolis é NVX – Nacionalvox

Pop-ups em sites ainda são relevantes?

Para quem trabalha com marketing, os anúncios pop-up ainda são uma maneira eficaz de atrair a atenção do visitante e incentivá-lo a converter de alguma forma. Apesar dessas intrusões que se abrem na tela serem universalmente odiadas pelos usuários da Internet, quando as pessoas afirmam que não gostam de pop-ups, o que elas realmente querem dizer é que não querem ver pop-ups ruins sendo utilizados.

As empresas e negócios agora podem usar todos os tipos de pop-ups e formulários pop-up de contato para aumentar a probabilidade da ação desejada ser concluída em uma página de destino ou ação, mantendo coerência com a mensagem pretendida e uma boa aparência estética.


Veja também:


Use pop-ups com moderação

Apesar de sua popularidade entre os profissionais de marketing, os usuários finais não gostam muito de pop-ups. Na verdade, o Nielsen Norman Group descreveu os pop-ups como a “ técnica de propaganda mais odiada ”.

Fica fácil entender por que tantas pessoas detestam os anúncios pop-up. Eles literalmente aparecem na tela, interrompendo o que você está fazendo. Para piorar a situação, geralmente aparecem sem a permissão explícita do visitante, o que significa que geralmente são uma interrupção indesejada.

Pop-ups mal implementados podem obstruir conteúdo ou recursos importantes, e alguns podem ser difíceis de fechar. Importante alertar também que o Google penaliza sites que usam pop-ups intrusivos. Isso pode ser desastroso para suas estratégias de SEO (Search Engine Optimization).

Mas se usados ​​corretamente, os pop-ups podem ajudar você a criar um site mais envolvente e interativo. De acordo com a pesquisa, os 10% de pop-ups com melhor desempenho têm em média uma taxa de conversão de 9,28%. Alguns pop-ups ainda possuem uma impressionante taxa de conversão de 11%. 

Isso sugere que essas pequenas janelas ainda podem ter um impacto positivo e você só precisa usá-las com cuidado!

Pop-up marketing estratégico

Existe um processo pelo qual o usuário que acessa o conteúdo decide se deve ou não agir, como acontece com a maioria das técnicas de marketing com foco em conversão. Essencialmente, sempre existirão indivíduos que não concluem sua atividade desejada, não importa quão boa seja sua oferta ou quão bem-sucedida ela traga visitantes para a página. 

Como resultado, o pop-up pode ser usado de forma estratégica para aumentar a probabilidade de alguém concluir uma atividade, seja aquela que foi procurada inicialmente ou aquela que tem menos atrito. 

E, pensando estrategicamente os pop-ups em um site são usados ​​para otimizar sua taxa de conversão geral, seja para aumentar suas vendas, gerar mais leads, inscrições de e-mail (newsletter), aumentar o engajamento e reduzir o abandono de carrinho (e-commerce). 

Os pop-ups se transformaram em uma solução eficiente para os profissionais de marketing, pois são fáceis de criar. Há também ferramentas de pop-up gratuitas e facilmente integradas à plataforma do seu site. 

Dependendo da sua campanha de marketing, é possível escolher entre diferentes tipos de pop-ups, como lightboxes, sobreposições de tela cheia, barras superior e inferior, slide-ins, tipos de pop-ups gamificados, pop-ups de contagem regressiva, pop-ups de vídeo e muito mais.

Pop-ups reengajam com a técnica de interrupção de padrões

A interrupção de padrões é utilizada com eficiência na programação neurolinguística (PNL) adotada por vendedores e profissionais de marketing. A premissa é relativamente direta: faça ou diga algo inesperado para interromper os padrões de comportamento de uma pessoa.

Criamos momentos de mudança interrompendo rotinas, por isso algumas pessoas usam a abordagem para quebrar hábitos indesejáveis. Interromper uma rotina com algo tão fundamental quanto colocar um elástico no pulso pode ajudar.

Uma ideia semelhante impulsiona a maioria dos tipos de pop-ups. Inesperadamente, eles apresentam ao visitante uma oferta tentadora, persuadindo-o a reconsiderar seu caminho típico para o botão “voltar” ou mesmo de abandonar o site.

Você poderá usar o design e conteúdo do pop-up como um elástico para chamar a atenção do visitante e redirecioná-lo para outra coisa, como uma venda inesperada vinculada ao que eles estavam vendo antes.

No entanto, evite confiar apenas em promoções e designs pop-up criativos. Você deve ter muito cuidado ao escolher como e quando deseja exibir seus pop-ups para evitar interromper a experiência de navegação do visitante. 

Regras de segmentação, gatilhos inteligentes e outros recursos, como a tecnologia de intenção de saída, podem ajudar você a se envolver com os leads mais qualificados no momento certo.

4 dicas para acertar no uso de pop-ups

Se você usar pop-ups incorretamente, poderá acabar assustando clientes em potencial, em vez de convencê-los a converter. Com isso em mente, separei 4 dicas para uma estratégia de marketing pop-up de resultados:

1. Use somente um pop-up por página

Criando um planejamento cuidadoso, você pode criar pop-ups que não irritem seus visitantes. No entanto, mesmo que você crie um call-to-action (CTA) matador e inclua sua mensagem exatamente no momento certo, é importante não se empolgar. Isso significa que você deve evitar a exibição de vários pop-ups na mesma página. 

Os visitantes podem estar dispostos a perdoar a ocasional mensagem de marketing indesejada. No entanto, se você bombardeá-los com pop-ups insistentes um atrás do outro, eles podem perder rapidamente a paciência com seu site.

Tenha em mente que muitas pessoas também associam anúncios persistentes a golpistas. Os sites maliciosos geralmente atacam visitantes com pop-ups na tentativa de induzi-los a baixar vírus. Se você exibir vários anúncios pop-up por página, os seus prospects ou clientes em potencial poderão começar a questionar a confiabilidade do seu site e isso é ruim para sua reputação na internet. 

2. O conteúdo precisa ser atrativo 

Para gerar conversões com pop-ups, você precisará oferecer aos visitantes algo que eles desejam ou estão procurando pela internet. Embora seja impossível adivinhar o comportamento do usuário, muitas vezes você pode identificar o conteúdo que ele se interessa, com base nas ações que realiza em seu site.

Segue um exemplo: Se alguém visitar a página de pré-encomendas da sua loja, pode estar interessado em participar da sua lista de e-mails. Nesse cenário, você pode exibir um pop-up de inscrições “Não perca nenhuma novidade ou oferta” que promete manter o visitante informado sobre os próximos lançamentos.

Vincular seu pop-up ao conteúdo da página também pode ser uma maneira poderosa de incentivar as conversões. Por exemplo, a página pode empurrar o visitante para uma ação específica (CTA). Você pode então implantar um pop-up que facilite a execução dessa tarefa. 

3. Deixe o botão “Sair” (x) visível e ao alcance

Muitos visitantes vão querer sair do seu pop-up sem fazer nada. As pessoas normalmente fecham um pop-up clicando no pequeno X no canto superior direito. Porém, alguns sites intencionalmente tornam esse botão difícil de encontrar. Isso pode incluir colocar o ícone de saída em um local inesperado, usar uma cor que se misture ao plano de fundo do pop-up ou até mesmo dimensionar a janela para que o X apareça fora da tela. 

Esta é uma maneira infalível de fazer com que os visitantes desconfiem do seu site. Se for praticamente impossível fechar seu pop-up, a maioria das pessoas provavelmente sairá do seu site e irá para seus concorrentes.

Para evitar perder visitantes e clientes em potencial, é aconselhável colocar o botão X no canto superior direito, onde as pessoas geralmente esperam encontrá-lo. Você também pode considerar o uso de cores contrastantes para garantir que o ícone de saída se destaque do restante do conteúdo.

Se os pop-ups ainda são considerados invasivos ou irritantes, imagine se você ainda não conseguir fechá-los! 

4. Teste seus pop-ups em dispositivos móveis

E aqui vai uma dica das mais importantes: pop-ups mal projetados podem ser frustrantes em desktops. No entanto, para usuários de smartphones e tablets, eles podem facilmente ocupar a tela inteira. 

Mais de 90% da população global da Internet usa um dispositivo móvel para ficar online. Com isso em mente, você não pode se dar ao luxo de deixar de lado o seu público mobile.  

É vital que você teste todos os seus pop-ups em dispositivos móveis. Em particular, garantir que o ícone de saída (x) esteja visível nessas telas menores e que seja fácil interagir com ele. Pode ser necessário alterar sua posição ou aumentar seu tamanho para que acessa pelo celular. 

Os pop-ups podem até mesmo afetar o desempenho do seu site. E isso é particularmente verdadeiro em dispositivos móveis, que normalmente têm menos potência em comparação com computadores desktop. Se um pop-up fizer com que seu site fique lento ou não responda, convém reprojetar esse pop-up para usar menos recursos. 

Os tipos de pop-ups mais comuns

Conclusão 

Como vimos até aqui, usar pop-ups em sites ainda é bastante relevante, em termos de marketing digital ou inbound marketing. Com planejamento e gerenciamento adequado você pode criar pop-ups que realmente possam agregar valor ao visitante  quem sabe atrair os clientes que procura. 

E, para fechar, lembre-se de que você deve considerar sempre a experiência do usuário e usar abordagens de teste A/B para aproveitar ao máximo essas estratégias com pop-ups. Além disso, certifique-se de procurar um poderoso construtor de pop-ups sem código que ofereça várias opções de personalização ou então modelos prontos para uso para que você não crie tudo do zero.

Sair da versão mobile