Empresas e profissionais correm contra o tempo na criação ou conclusão do tão esperado planejamento de marketing para aplicar no próximo ano. Com a pandemia de coronavírus ainda sendo muito real, é preciso pensar em um cronograma viável de quando voltaremos a fazer negócios normalmente (ou se isso for se efetivar). 

Fica quase impossível tentar planejar para 2021, especialmente se uma parte significativa de seu orçamento de marketing de todo ano é alocado para eventos presenciais. Ou a incerteza da economia não oferece muitos atrativos para pensar a longo prazo, muito menos planejar ações para 12 meses. 

Embora não saibamos todas as respostas, aqui estão algumas coisas que eu acho que serão úteis ao tentar criar planos de marketing viáveis e orçamentos para o ano que vem. 


Veja também


Abuse da presença digital e seja realista sobre seus projetos

Eventos, feiras de negócios, conferências… se forem eventos presenciais agendados para a primeira metade do ano, você deve assumir que há uma boa chance de se tornarem virtuais ou, pelo menos, uma tendência que algumas grandes empresas estão adotando: evento híbrido (uma combinação de presencial e virtual). 

Isso não quer dizer que você deva descartar todos os seus planos de feiras ou eventos. Esses programas, presenciais ou virtuais, ainda serão vitais para seus objetivos de marketing e atingir seu público-alvo. 

O importante é você decidir como realmente deseja participar e ter certeza de que está trazendo conhecimento excepcional e conteúdo que se alinha melhor ao seu mercado.

Além disso, quando você aposta em eventos virtuais, precisa estar participando ativamente das sessões e oportunidades de networking. Em um estande de uma feira tradicional, as pessoas vêm até você, mas em uma conferência virtual, você tem que trabalhar se quiser que esse tipo de evento funcione para você e beneficie sua empresa. 

Não vai ser suficiente ficar sentado em seu estande virtual esperando que alguém venha conversar com você ou com sua equipe de vendas, você vai ter que ser proativo e ter certeza de que as pessoas realmente estão notando sua presença. 

Você pode fazer isso através de iniciativas digitais em torno do evento, ou ficando mais envolvido no show, sendo um apresentador ou oferecendo um webinar no qual as pessoas podem se inscrever (isso é relevante para esse mercado). 

O poder da mídia digital é vasto, você só precisa dedicar um tempo para ser criativo e intencional com ela.

O planejamento ficou mais curto e exige criatividade

A maioria dos profissionais de marketing está acostumada a planejar 12 meses de cada vez. Infelizmente, em um clima desconhecido, essa não será a melhor estratégia pelo menos nos próximos um ou dois anos. 

Planejar seus orçamentos de marketing em incrementos de 3 a 6 meses será muito mais benéfico para você ser capaz de planejar e certificar-se de que está utilizando seu orçamento da melhor maneira possível. 

Todos nós teremos que ser mais flexíveis do que no passado se quisermos usar adequadamente nossos gastos planejados com o melhor de nossas habilidades. Isso também significa ter uma porcentagem maior de fundos discricionários e nada está “escrito em pedra”. 

Adaptar para sobreviver é o novo normal do marketing. 

É claro que os cortes no orçamento não se traduzem em menos expectativas quando se trata de desenvolver oportunidades de clientes e aumentar o reconhecimento da marca. A chave é mudar de simplesmente priorizar anúncios pagos para integrar alcance orgânico e suporte ao cliente.

Isso requer criatividade. Veja maneiras de usar os dados do cliente que você coletou ao longo do ano para personalizar suas mensagens usando marketing direto por email e mídia social. Se você ainda não começou a compartilhar conteúdo útil por meio de postagens de blog compatíveis com SEO, 2021 é o ano para começar.

Faça um brainstorm de sua personalidade de marca e garanta que todo conteúdo pago e orgânico ofereça alta qualidade para seu público-alvo.

O foco é no digital

Embora as empresas físicas tenham sofrido um grande golpe em 2020, os varejistas online relataram um aumento de 68% nas vendas em comparação com o mesmo período do ano anterior. Sem dúvida, as empresas com uma forte presença online estarão melhor posicionadas em 2021.

Seu plano de marketing deve incluir uma análise crítica do site da sua empresa. É fácil e claro de navegar? Ele está otimizado para que seu site tenha uma classificação orgânica alta nas pesquisas do Google? Seu site é otimizado para celular?

Junto com um site moderno, sua campanha de marketing também deve incluir esforços adicionais nas mídias sociais. 

Mais da metade dos brasileiros relatou um aumento no uso da rede social desde o início da pandemia do coronavírus. 

Compartilhe fotos envolventes, ofereça blogs educacionais e crie vídeos para manter dinâmica sua presença nas redes sociais. Direcione seu público-alvo com publicidade paga nas redes sociais também.

O cliente ideal quer entrega de valor

Em 2020, os profissionais de marketing reconheceram uma infeliz queda na lealdade do cliente, tanto durante os fechamentos na quarentena como depois que a economia começou a reabrir. Agora é a hora de desenvolver uma nova estratégia para se reconectar com seus clientes – e uma via é por meio de seus valores compartilhados.

Ao atualizar a personalidade da marca de seu público-alvo, você desejará pensar no que é mais importante para eles. Seus planos de marketing devem sempre integrar esses valores. 

Os millenials, por exemplo, consideram as compras uma expressão de sua personalidade, agregando valor a experiência. Como você pode traduzir seu serviço ou produtos em uma experiência boa em 2021?

Pesquise atentamente seu público para entender como aplicar estratégias de conteúdos ricos, com uma jornada de compras que entregue valor para eles. A lealdade do cliente depende de como ele é tratado na nutrição de conteúdos e ofertas. 

Métricas devem ser levadas a sério

Finalmente, seu plano de marketing em 2021 precisa ter metas e métricas definidas para determinar se você está atingindo os resultados. Aprenda como maximizar as ferramentas analíticas que rastreiam suas iniciativas. 

Por exemplo, o Gerenciador de Anúncios do Facebook permite que você conclua o teste A / B para seus anúncios pagos para garantir que seu orçamento vá para mensagens eficazes.

Programe períodos de avaliação mensais ou trimestrais de seu plano anual de marketing, para que você possa se manter ágil ao longo do ano conforme as situações mudam. 

É possível melhorar o CPL e ROI criando prioridades com base em seus objetivos, se você estiver disposto a transferir recursos para o que funciona melhor. 

Use o Google Analytics que é gratuito, para ter os dados do seu site. Ou ferramentas pagas de inbound marketing, que oferecem várias funcionalidades de análise. Monte uma planilha com os principais números a cada período, semanal ou mensal para ter o comparativo dentro dos meses planejados. 

Conclusão

Acima de tudo, seja positivo. Ninguém segue em frente se optar pela desorganização ou falta de planejamento em uma nova realidade. Lembre-se que em 2019, ninguém esperava que 2020 teria tantos desafios para os negócios. 

As empresas que falharam em 2020 o fizeram porque seus proprietários não foram capazes ou não estavam dispostos a ajustar seu marketing e estratégia digital para atender às mudanças de comportamento dos consumidores, como resultado da pandemia, que infelizmente ainda não acabou. 

Tenha certeza de que um plano de marketing modernizado e adaptado para períodos realistas, ajudará sua empresa a não apenas sobreviver em 2021, mas também a prosperar. 

É o que eu desejo!

Se precisar de ajuda profissional, fale comigo AQUI. Na Nvx temos expertise de 15 anos com planejamento estratégico digital em projetos personalizados para pequenas e médias empresas. Conheça nossos cases.

Bora planejar 2021? 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.